domingo, 18 de setembro de 2016

Eu ouvi: Chalemarrom


Na minha lua de mel, que também coincidiu com minhas merecidas férias de junho, eu e minha esposa viajamos para o sul do Brasil. Conhecemos Gramado, Canela, Bento Gonçalves, Garibaldi e outras belas cidades.
Gramado é sem dúvida, um ótimo lugar para comemorar a lua de mel, ótimos restaurantes, passeios  interessantes e instrutivos sobre a região, paisagens, bebidas artesanais(vinho e cerveja), e um clima aconchegante para quem gosta de frio.

Depois de curtirmos o bonde da cachoeira do Carol,

fomos em um restaurante desses que são ao ar livre e tem música ao vivo. Pedi uma "pequena" caneca de chope para ajudar escolher o prato e ali ficamos decidindo qual prato seria bom com o dia frio típico do sul.

Como som de fundo, rolava um rock ao vivo, a banda era muito boa, embalava um som acústico com um vocal cheio de personalidade. Variava entre um clássico rock e um reggae.
Eis que entre minhas goladas na canequinha de chope surgiu um sujeito com um cd com a mesma imagem da introdução deste post. Ele disse:
- Quer ajudar a banda levando o CD por R$10,00?
Primeiro pensei em dizer não, que a banda era boa mas eu não tinha dez reais... Mas ao invés disso perguntei quem eles eram. Os olhos do rapaz brilharam, ele colocou o CD na mesa e começou a contar um pouco da história da banda independente de Santa Catarina.

Ele não tocava nenhum instrumento e nem cantava, mas estava na estrada com a banda desde de 2012 dando todo o suporte necessário.
Olhei a capa de CD e resolvi que ia conhecer as músicas da banda. Afinal, eu que gosto de música e reclamo do atual cenário da música brasileira, que parece valorizar somente porcarias, é meu dever conhecer e incentivar bandas boas.
E o que são dez reais perto do desprazer obrigatório que é ouvir tanto lixo musical por conta de vizinhos e outras pessoas que estão no mesmo ambiente?
Após ouvir o CD, percebi que foi um dinheiro muito bem gasto.
Chalemarrom tem uma pegada pop que alterna entre o rock e o reggae, o som é contagiante e letras ritmadas. Ideal para uma festa, uma praia, um churrasco, enfim ideal para curtir.

O CD inicia com a introdução narrada:
Estou perdido a procura de um endereço.
Pode me ajudar?
Rua das flores, rosa norte que me guia...
Avenida via láctea, estrada do luar.


 E depois começa o show!
Desencontro marcado é a música que mais gostei, tem um ritmo gostoso. Fala sobre acontecimentos errados que vão ocorrendo em um fim de semana, até que ocorre um bom encontro por acaso. Fica bem claro que o acaso não é controlável, e que para encontrar alguém especial, tem que parar de procurar e deixar rolar. Além da mensagem interessante, o som apresenta uma progressão no ritmo, passando a base reggae para solos rock na guitarra.

Outra que gostei é a faixa Sereia, provavelmente a que trás muito mais reggae.
Vou Voar é uma faixa interessante, apresenta uma base rock com peso no vocal.

Valeu muito ouvir a banda, espero que eles cresçam no cenário musical brasileiro.

Segue o face da banda: Face Chalemarrom
Canal no youtube: Youtube Chalemarrom

Nenhum comentário:

Postar um comentário